O seu canal de comunicação exclusivo!
Header

Soldas MIG/MAG e TIG – conheça as diferenças entre os processos

outubro 28th, 2011 | Posted by admin in Dicas

Os processos de soldagem Mig/Mag (MIG – Metal Inert Gas e MAG – Metal Active Gas) e TIG (Tungsten Inert Gas) são soldagens por arco elétrico, porém o primeiro é com gás de proteção, entre a peça e o consumível em forma de arame, fornecido por um alimentador contínuo realizando uma união de materiais metálicos pelo aquecimento e fusão. Já o segundo acontece entre um eletrodo não consumível de tungstênio e a poça de fusão com proteção gasosa, em que é possível fazer ou não o acréscimo de um metal de adição.

Atualmente, a soldagem Mig/Mag é aplicada na união da maioria dos metais utilizados na indústria (aços, alumínio, aços inoxidáveis, cobre), e MIG é o processo de soldagem em que se utiliza o gás de proteção quando ela for constituída de um gás inerte e que não tem nenhuma atividade física ou poça de fusão, ao contrário de Mag, que ocorre quando a proteção gasosa é feita com um gás ativo, ou seja, que interage com a poça de fusão (por exemplo, o CO2). Uma característica destes processos é o fato de que eles geralmente são utilizados com corrente elétrica contínua.

Quanto ao processo TIG, ele é muito utilizado na indústria aeroespacial e de aviação, pois a qualidade da solda é muito alta. Este processo é indicado para peças pequenas e chapas finas por serem objetos que necessitam de uma soldagem muito mais precisa do que os outros.

Ao contrário dos processos MIG/MAG, no TIG não existe soldagem com eletrodo de tungstênio em atmosfera não protetora, sendo assim, não existe o que seja um processo “TAG”, pois a utilização de gás ativo no processo oxidaria o próprio eletrodo de tungstênio.

Compare abaixo as vantagens e desvantagens dos processos MIG/MAG e TIG:

  Vantagens Desvantagens
MIG/MAG - não há necessidade de remoção de escória;

- não há perdas de pontas como no eletrodo revestido;

- o tempo total de execução de soldas de cerca dá metade do tempo se comparado ao eletrodo revestido;

- alta taxa de disposição do metal de solda;

- alta velocidade de soldagem, menos distorção das peças.

- regulagem do processo bastante complexa;

- não deve ser utilizado em presença de corrente de ar;

- probabilidade elevada de gerar porosidade no cordão de solda;

- produção de respingos;

- manutenção mais trabalhosa;

- alto custo do equipamento em relação à soldagem com eletrodo revestido;

- alto custo do arame consumível.

TIG - produz soldas de qualidade superior, geralmente livres de defeitos, ótimas propriedades mecânicas e acabamento;

- está livre dos respingos que ocorrem em outros processos a arco;

- permite excelente controle na penetração de passes de raiz;- pode produzir excelentes soldagens autógenas (sem adição) à altas velocidades;

- permite um controle preciso das variáveis da soldagem;

- solda praticamente todos os metais industrialmente utilizados, inclusive metais dissimilares;

- permite um controle independente da fonte de calor e do material de adição;

- taxas de deposição inferiores com processos de elétrodos consumíveis;

- requer soldadores altamente qualificados;

- é menos econômico que os processos de elétrodos consumíveis para espessuras a 10 mm;

- pode haver inclusões de tungstênio, no caso de haver contato do mesmo com a poça de soldagem;

- pode haver contaminação da solda se o metal de adição não for adequadamente protegido;

- há baixa tolerância e contaminantes no material de base ou adição;

 Para os processos MIG/MAG, os equipamentos necessários para soldagem manual são a tocha de soldagem e acessórios, o motor de alimentação do arame e a fonte de energia. Nos processos TIG de soldagem manual é necessário ter basicamente a tocha de soldagem com o eletrodo de tungstênio, a fonte de energia e o gás de proteção.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

no